Return to site

Felipe Rigoni cobra metas e planejamento ao ministro da Educação em sessão tumultuada

Parlamentar também criticou ataques feitos à deputada Tabata Amaral

· educacao,felipe rigoni,cortes,comissão

O deputado federal Felipe Rigoni (PSB-ES) cobrou do ministro da Educação, Abraham Weintraub, as metas e o planejamento estratégico do MEC. Em reunião tumultuada da Comissão de Educação, o parlamentar capixaba criticou os ataques feitos pelo ministro à deputada Tabata Amaral (PDT-SP), com quem divide um gabinete compartilhado.

“A Comissão foi marcada por muito conflito e poucas propostas. Uma oportunidade de debate desperdiçada. Com um diagnóstico conhecido há tempos e números que são senso comum entre os educadores do Brasil, o ministro não trouxe nenhum fato novo para o encontro. Não respondeu às minhas questões e não apresentou suas metas”, criticou Rigoni.

“O ministro atacou a Tabata com acusações falsas de convites que foram realizados ainda na gestão do ministro Vélez e ainda vazou dados pessoais da deputada”, revelou o parlamentar. “É impensável que, quase ao fim do primeiro semestre, a educação brasileira siga sem um planejamento estratégico”, acrescentou.

Comissão Externa de Acompanhamento do MEC

Rigoni também é relator da Comissão Externa para Acompanhamento do MEC. Segundo o parlamentar, o grande objetivo é entender e avaliar qual o planejamento do Ministério, que possui seis secretarias e mais de dez instituições vinculadas. Foram escolhidos cinco temas críticos para acompanhamento: Enem; Avaliações Periódicas de Desempenho; Base Nacional Comum Curricular; Formação de Professores; e Orçamento.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OK